O beijo
Poema enviado por: Lindomar Nunes da Silva
 
O beijo

Das bocas que já beijei
Uma não sei a textura
E o sabor ainda não senti
Embora tenha beijado
Muitas vezes enquanto dormi.

O beijo é como a loucura
É pena e também ternura
É a fonte inexplicável
Do calor ardente
E é também a semente
E a própria semeadura

Nos olhos acho a entrada
Pro fundo do coração,
Mas na boca está a chave
Que abre pra imensidão
Revela segredos íntimos
E autoriza a invasão

O beijo é como o sabor
Da fruta adocicada
É como da planta a flor
Que gera o fruto e concede
Vida perene e alongada
 
Autor: Lindomar Nunes da Silva
» Ações
            

» Dados sobre o Poema
Título O beijo
Autor Lindomar Nunes da Silva
Categoria Paixão
Cadastro 04/06/2020 20:07:45
Visitado 134 vezes
Enviado Nenhuma vez



» Enviar este Poema
 
Seu nome
Seu e-mail
Nome do Destinatário
E-mail do Destinatário
Escreva uma Mensagem
  
 

© Copyright 1998 - 2020 Poemas de Amor. Todos os direitos reservados.