Eterno viajante
Poema enviado por: valdemar rodrigues da silva
 
Nasce de um olhar, depois se embebeda da emoção, vaga pelo pensamento relutando em entregar-se, tem medo de sofrer !, Então o universo conspira, os holofotes se acendem e ele voa nas asas da paixão.\\\


Entre a razão e a loucura vivemos nós, sós e à mercê da própria sorte. Num mundo repleto de lindas palavras de boas e más intenções, nos esprememos entre verdadeiras armadilhas, onde a ousadia de viver nos acode ou o desatino nos subjuga.
 
Autor: Autor: Valdemar Rodrigues da Silva
» Ações
            

» Dados sobre o Poema
Título Eterno viajante
Autor Autor: Valdemar Rodrigues da Silva
Categoria Amor
Cadastro 06/12/2018 02:26:43
Visitado 14 vezes
Enviado Nenhuma vez



» Enviar este Poema
 
Seu nome
Seu e-mail
Nome do Destinatário
E-mail do Destinatário
Escreva uma Mensagem
  
 

© Copyright 1998 - 2018 Poemas de Amor. Todos os direitos reservados.