Colega
Poema enviado por: Alex Cardoso
 
Colega

Alegria de "alguéns"
Sabe do poder que tens
De mudar sua própria realidade
E nesta vida, exemplo de vitalidade

Fruta que cai longe do pé
Escorrega, mas levanta
Sabe da importância que é
Lutar, nao desistir, ter esperança

Raiva de não ter alcançado,
a impotência de não conseguir mudar,
Para aquele sonho, casa/apartamento lugar que enfim, se tornasse vosso lar

abraço inesperado naquele momento,
força dada para o amigo que precisou,
sensibilidade que grita desesperado,
Para o colega que nunca magoou...

O futuro que desponta
A alegria que floresce
Naquela noite em que apronta
Tão rápido, o dia amanhece

O direito ao chimas
O deitar, amar sem lamentar
Saborear aquilo que amas
Do seu colega, palavrões a sussurrar

Portanto, venha a mim com corpo,
alma e falta de ar!
Eu acredito é em suspiros,
alegrias explosivas, amizade de amar

o desejo pelo chimas..
esse é o propósito da vida,
propósito que até sem rimas
torna nossa vida colorida

Sem magoar, até quando durar
Dois colegas, amantes a deitar
Num vai e vem sem tu falar
Aquele êxtase, sem gritar...
 
Autor: Alex Cardoso
» Ações
            

» Dados sobre o Poema
Título Colega
Autor Alex Cardoso
Categoria Reflexão
Cadastro 11/10/2017 09:24:21
Visitado 44 vezes
Enviado Nenhuma vez



» Enviar este Poema
 
Seu nome
Seu e-mail
Nome do Destinatário
E-mail do Destinatário
Escreva uma Mensagem
  
 

© Copyright 1998 - 2017 Poemas de Amor. Todos os direitos reservados.