CHAMA DO AMOR VERDADEIRO
Poema enviado por: EDMUNDO DE SOUZA PEREIRA
 
Andava perdido no mundo,
Sem rumo, sem prumo, sem direção.
Ao Deus dará,
A deriva de lá pra cá.

Foi quando você me encontrou,
Meu destino mudou por inteiro.
Senti arder em meu peito,
A chama do amor verdadeiro.

Tem hora que só tendo fé!
Descrente de tudo, do mundo,
Da vida, não vou negar,
Desisti de querer lutar.

Foi quando você me encontrou,
Meu destino mudou por inteiro.
Senti arder em meu peito,
A chama do amor verdadeiro.

Clareou onde não havia luz,
E findou a tristeza enfim se desfez.
Outra vez o sorriso voltou pro lugar,
Você me resgatou com o dom de amar.
 
Autor: Júnior Parente – Selma do Samba – Edmundo de Souza
» Ações
            

» Dados sobre o Poema
Título CHAMA DO AMOR VERDADEIRO
Autor Júnior Parente – Selma do Samba – Edmundo de Souza
Categoria Amor
Cadastro 04/05/2017 19:27:36
Visitado 337 vezes
Enviado Nenhuma vez



» Enviar este Poema
 
Seu nome
Seu e-mail
Nome do Destinatário
E-mail do Destinatário
Escreva uma Mensagem
  
 

© Copyright 1998 - 2017 Poemas de Amor. Todos os direitos reservados.