Livre Para Voar
Poema enviado por: Antonio Carlos Ramos
 
No sertão eu vivia solitário
Mas tinha um grande amigo
Desde pequeno viveu comigo
Hoje ele e um velho canário
Preso a uma gaiola ele cantava
Todas as manhãs ele me despertava
Por muito tempo ele fez esse cenário

Um dia doente ele amanheceu
Era triste o semblante seu
A partir desse dia ele deixou de cantar
Pensei em lhe dar liberdade
No coração já existia a saudade
De vê-lo partir e não mais voltar

Mais o tempo foi passando
E a morte parecia certa
Um dia deixei a gaiola aberta
Ele voou sumindo no infinito
Pude ver aquele voo tão bonito
Deixava a prisão e era livre para voar
Senti uma tristeza no coração
Mas um dia ia haver uma separação
Que eu não podia evitar
A noite foi difícil pra dormir
Ao amanhecer novamente eu pude ouvir
Na minha janela estava ele a cantar

Ainda hoje ele vive comigo
Só agora somos grandes amigos
Já não há mais grades para lhe prender
Ele e livre para ir embora e voltar
De manha na janela lá esta ele a cantar
Porque agora e livre para viver.

a.carlos.ramos2011@bol.com.br
 
Autor: tonyramos
» Ações
            

» Dados sobre o Poema
Título Livre Para Voar
Autor tonyramos
Categoria Amizade
Cadastro 29/04/2017 16:59:53
Visitado 186 vezes
Enviado Nenhuma vez



» Enviar este Poema
 
Seu nome
Seu e-mail
Nome do Destinatário
E-mail do Destinatário
Escreva uma Mensagem
  
 

© Copyright 1998 - 2017 Poemas de Amor. Todos os direitos reservados.