A Porta Entre Aberta
Poema enviado por: Antonio Carlos Ramos
 
(Repetir)
Ao chegar à sua casa
Encontrei a porta entre aberta
Fui entrando devagar
Havia um silencio no ar
A luz estava acesa
Suas roupas sobre a mesa
E um barulho de chuveiro
Que me fez despertar
E pelo vidro do Box do banheiro
Eu observava o seu corpo encantador
Nessa hora quase morri de amor
Vendo água molhar o seu corpo inteiro
Senti o meu coração acelerado
Nesse instante fiquei desesperado
Diante de tanta beleza
E não consegui conter os meus desejos
Quando percebi já estava em seus braços
Cobrindo seu corpo de beijos
A água molhava minhas roupas
Meu corpo e meus cabelos
E o seu corpo juntinho ao meu
Pedindo me para ti amar
Num momento de loucura e paixão
Sem hora para acabar.
 
Autor: tonyramos
» Ações
            

» Dados sobre o Poema
Título A Porta Entre Aberta
Autor tonyramos
Categoria Paixão
Cadastro 21/03/2017 19:00:36
Visitado 511 vezes
Enviado Nenhuma vez



» Enviar este Poema
 
Seu nome
Seu e-mail
Nome do Destinatário
E-mail do Destinatário
Escreva uma Mensagem
  
 

© Copyright 1998 - 2019 Poemas de Amor. Todos os direitos reservados.