Minha caçulinha
Poema enviado por: Mauro Leal
 
Minha caçulinha
(Mauro Leal)

Todos os dias ao sair para o Quartel fazia a mamadeira da minha filha Paulinha e deixava próximo a ela, e também pegava um realzinho e colocava debaixo do travesseiro pra comprar umas balinhas. Um belo dia quis que ela acordasse pra despedir com um beijinho, e comecei a chamá-la: Paulinha, Paulinha, Paulinha e nada de acordar, aí pensei numa estratégica proposta:
- Paulinha, minha neném, você quer um real ou dois reais, e em poucos segundos ela deu uma gostosa bocejada seguida de longa espreguiçada, sinalizando "paz e amor", eh soninho.
 
Autor: Mauro Leal
» Ações
            

» Dados sobre o Poema
Título Minha caçulinha
Autor Mauro Leal
Categoria Amor
Cadastro 13/03/2017 04:17:14
Visitado 79 vezes
Enviado Nenhuma vez



» Enviar este Poema
 
Seu nome
Seu e-mail
Nome do Destinatário
E-mail do Destinatário
Escreva uma Mensagem
  
 

© Copyright 1998 - 2017 Poemas de Amor. Todos os direitos reservados.