Casa Vazia
Poema enviado por: Antonio Carlos Ramos
 
Depois de muito tempo
Resolvi voltar para o meu lar
Quando eu cheguei na calçada
Notei que estava tudo mudado
No portão não havia ninguém a me esperar
No jardim as flores estão morrendo
Não ha mais rosas vermelhas e amarelas
Que você tanto gostava
O nosso jardim esta abandonado
Já não esta mais sobe os seus cuidados
Tentei abrir o portão
Mas a fechadura você trocou
Também e outro o numero do seu celular
Porque contigo não consigo falar
E o numero da nossa casa
Ainda continua no mesmo lugar
Também e outro o numero do seu celular
Porque contigo não consigo falar
E o numero da nossa casa
Ainda continua no mesmo lugar

(Repetir)
Casa linda, Casa linda.
Para nós eu construí um dia
Aqui foi palco de tantas alegrias
Ao seu lado eu fui muito feliz
A varanda ainda continua lá
E nela ainda existe a churrasqueira
Todo o final de semana
Com você eu passava a tarde inteira
Fazendo festa bebendo cerveja
Ainda me lembro daquele dia
Nós brigamos e eu partia
Hoje arrependido eu voltei
Mas encontrei a casa vazia.
Hoje arrependido eu voltei
Mas encontrei a casa vazia.

JAC. 03/09/2016

a.carlos.ramos2011@bol.com.br
 
Autor: tonyramos
» Ações
            

» Dados sobre o Poema
Título Casa Vazia
Autor tonyramos
Categoria Saudade
Cadastro 05/03/2017 13:57:50
Visitado 82 vezes
Enviado Nenhuma vez



» Enviar este Poema
 
Seu nome
Seu e-mail
Nome do Destinatário
E-mail do Destinatário
Escreva uma Mensagem
  
 

© Copyright 1998 - 2017 Poemas de Amor. Todos os direitos reservados.