amigos amigos tu la eu ca
Poema enviado por: givanildo vicente de arruda
 
era uma vez cincos amigos incomuns.

um leão,um gato,um cachorro, um coelho e um sapo.

pois é, o goitadinho do gato que não gosta de nadar

cai na lagoa e foi parar numa pequena ilha e não pode voltar.

vendo que o leão estava ali por perto, pedia para ele salva-lo.

o leão respondeu, gato você se esqueceu que eu também não gosto de entrar na água, mas não se preocupe vou correndo chamar meu amigo cachorro que gosta muito de nadar, então o gata vendo o cachorro disse. senhor cachorro pare ai, você não poder vir aqui por acaso você se esqueceu que gato e cachorro não pode ficar juntos. então o cachorro disse ao gato , não se preocupe eu vou agorinha chamar meu amigo coelho que anda pulando e pode ir ate ai em um salto, e chegando o coelho o gato disse venha logo me salvar e o coelho falou, sinto muito senhor gato, o meu pulo e muito curto não dar para chegar ai. então o coelho ficou pensando quem poderia salvar aquele gato e logo lembrou-se do amigo sapo que gosta muito de água e sabe nadar muito bem.

chegando o sapo o gato falou que pequenino como apoderar me salvar dessa terrível ilhar o sapo lembrou ao gato como ele gostava de água, porem disse ao gato. que não poderia ir ate onde o gato estava porque os gatos gosta muito de comer sapos e ele não iria se arriscar, mais faria assim: o coelho que pula iria pegar um corda entregar ao cachorro que corre muito e o cachorro dava a corda ao leão que tem muita força e segurava em uma ponta da corda e o sapo segurava na outra ponta da corda e ia nadando ate perto da ilha e e gato pegava essa corda e sairia da ilha segurado na corda , mas o sapo foi logo avisando ao gato, que não chegaria muito perto do gato, o gato então concordou e assim saindo daquela ilha se juntaram todos e foram comemorar juntos. entre o gato e cachorro estava o leão e entre o gato e o sapo estava o coelho. e o sapo cantavam e pulavam muito cantado assim : somos amigos somos amigos mas perto desse gato não posso ficar. e o gato pulava e cantava somo amigos samos amigos mas perto do cachorro não posso ficar sairão cantando pela floresta afora.
 
Autor: givanildo vicente de arruda
» Ações
            

» Dados sobre o Poema
Título amigos amigos tu la eu ca
Autor givanildo vicente de arruda
Categoria Infelicidade
Cadastro 18/04/2015 17:11:09
Visitado 627 vezes
Enviado Nenhuma vez



» Enviar este Poema
 
Seu nome
Seu e-mail
Nome do Destinatário
E-mail do Destinatário
Escreva uma Mensagem
  
 

© Copyright 1998 - 2019 Poemas de Amor. Todos os direitos reservados.