Eu me corto.
Poema enviado por: Caniro
 
Eu me corto!

Podem falar, podem me julgar, criticar, ou se quiserem, podem apenas me ajudar.



Sei que não sou a única, não sou a primeira que veêm.



Essa história já é antiga, mas é um vício, do qual eu não consigo me livrar.

Faço o que posso, mas é difícil parar,



Sou apenas uma adolescente.

Tenho muita coisa pela frente.

Mas isso me ajuda a suportar o que, sozinha, eu não consigo aguentar.



Tento, mas não consigo ficar um dia sem me cortar.

Tenho a esperança de alguém consguir me ajudar.

De um dia conseguir parar



Pode até ser um "problema", mas fazer o que se eu não consigo me conter...?
 
Autor: Caniro
» Ações
            

» Dados sobre o Poema
Título Eu me corto.
Autor Caniro
Categoria Insegurança
Cadastro 13/01/2014 23:49:01
Visitado 793 vezes
Enviado 2 vezes



» Enviar este Poema
 
Seu nome
Seu e-mail
Nome do Destinatário
E-mail do Destinatário
Escreva uma Mensagem
  
 

© Copyright 1998 - 2019 Poemas de Amor. Todos os direitos reservados.