OLHAR
Poema enviado por: Jorge Ferreirade Menezes
 
Boca do inferno

Pupila dilatada

Delata

Usuário

Mentiroso

Medroso

Apaixonado

Vizinho safado

Usa o olhar para entregar

Fofocar

Até o cego olha

Quando passa

Saltos galopantes e perfume sutil

Olhar come sem encostar

Exerga por baixo da calcinha vermelha

O róseo do que se quer ter

Olhar lua estrelas

Beijar o céu

E morrer de olhar
 
Autor: jorge ferreira de Menezes
» Ações
            

» Dados sobre o Poema
Título OLHAR
Autor jorge ferreira de Menezes
Categoria Ódio
Cadastro 25/09/2012 20:07:31
Visitado 1726 vezes
Enviado 52 vezes



» Enviar este Poema
 
Seu nome
Seu e-mail
Nome do Destinatário
E-mail do Destinatário
Escreva uma Mensagem
  
 

© Copyright 1998 - 2019 Poemas de Amor. Todos os direitos reservados.