PURO ODIO
Poema enviado por: Isabella Maravieski Lipinski
 
Quero que você caia nas garras do meu afeto

porque é por ti que sinto o mais mortal dos ódios

Olho para teus olhos e vejo que estou perdido:

Você me ganhou com os atrativos mais óbvios!

Desejo à você que brinca com minha mente

que caia aqui nos meus braços muito calma e docemente

Para que você prove do veneno que me atormenta:

Quero que me ame como o queimar de uma chama lenta

Para que você prove uma parcela de agonia

E sinta na pele o quanto dói

Quando aquele que você ama te apaga do amor a chama

Como um balde de água fria.
 
Autor: Isabella Maravieski Lipinski
» Ações
            

» Dados sobre o Poema
Título PURO ODIO
Autor Isabella Maravieski Lipinski
Categoria Ódio
Cadastro 30/07/2012 02:43:24
Visitado 1310 vezes
Enviado 1 vez



» Enviar este Poema
 
Seu nome
Seu e-mail
Nome do Destinatário
E-mail do Destinatário
Escreva uma Mensagem
  
 

© Copyright 1998 - 2019 Poemas de Amor. Todos os direitos reservados.