Novidades 30/04/2013
 
Casa nova

Hospedado por Estado Virtual
Mais uma mudança, após alguns dias fora do ar, novamente realizamos a mudança de moradia.

Estamos hospedados em um quarto de luxo pela empresa Estado Virtual.

A recepção foi boa, e pelo porte da empresa vemos que não teremos com o que nos preocupar.

Um grande abraço a todos.

Pens@dor - WebMaster
 

Últimas 15 Histórias de Amor
 
» sonhando acordado
» Ser Humano...
» Destino
» Eu te Falei...
» Esperando...
» " UMA PROVA DE AMOR "
» " Brasil joia ...Eu te amo meu Brasil !
» " AMOR E DESILUSÃO "
» Um Grande e Verdadeiro AMOR!!!!!
» DESEJO...
» 40 mil Km de distancia parte
» 40 Mil Km de distancia
» " O AMOR É A CHAVE DO CORAÇÃO
» Vingança
» manual do amar
 

Último Pensamento
 
Seus olhos tão negros, tão belos, tão puros,
De vivo luzir,
Estrelas incertas, que as águas dormentes
Do mar vão ferir;

Seus olhos tão negros, tão belos, tão puros,
Têm meiga expressão,
Mais doce que a brisa, — mais doce que o nauta
De noite cantando, — mais doce que a frauta
Quebrando a solidão,

Seus olhos tão negros, tão belos, tão puros,
De vivo luzir,
São meigos infantes, gentis, engraçados
Brincando a sorrir.

São meigos infantes, brincando, saltando
Em jogo infantil,
Inquietos, travessos; — causando tormento,
Com beijos nos pagam a dor de um momento,
Com modo gentil.

Seus olhos tão negros, tão belos, tão puros,
Assim é que são;
Às vezes luzindo, serenos, tranquilos,
Às vezes vulcão!

Às vezes, oh! sim, derramam tão fraco,
Tão frouxo brilhar,
Que a mim me parece que o ar lhes falece,
E os olhos tão meigos, que o pranto humedece
Me fazem chorar.

Assim lindo infante, que dorme tranquilo,
Desperta a chorar;
E mudo e sisudo, cismando mil coisas,
Não pensa — a pensar.

Nas almas tão puras da virgem, do infante,
Às vezes do céu
Cai doce harmonia duma Harpa celeste,
Um vago desejo; e a mente se veste
De pranto co'um véu.

Quer sejam saudades, quer sejam desejos
Da pátria melhor;
Eu amo seus olhos que choram em causa
Um pranto sem dor.

Eu amo seus olhos tão negros, tão puros,
De vivo fulgor;
Seus olhos que exprimem tão doce harmonia,
Que falam de amores com tanta poesia,
Com tanto pudor.

Seus olhos tão negros, tão belos, tão puros,
Assim é que são;
Eu amo esses olhos que falam de amores
Com tanta paixão.
 
Autor:
Enviado: Caio
 

 

Grandes Imortais
 
Antônio Frederico de Castro Alves
Poeta brasileiro da última fase do romantismo (Muritiba, BA, 1847 - Salvador, 1871). Extremamente sensível às inspirações revolucionárias e liberais do séc. XIX, viveu com intensidade os grandes episódios históricos do seu tempo e foi, no Brasil, o anúncio da Abolição e da República; devotou-se apaixonadamente à causa abolicionista, o que lhe valeu a antonomásia de "Cantor dos escravos". Teve intensa vida sentimental, havendo desempenhado importante papel em sua lírica a ligação amorosa com a atriz Eugênia Câmara. Duas vertentes se distinguem em sua poesia: a feição social e humanitária, à Vitor Hugo, em que alcança momentos de fulgurante eloqüência épica; a feição lírico-amorosa, mesclada da sensualidade de um autêntico filho dos trópicos.
 


Datas Comemorativas
 
Sex. 25/07 Dia do Escritor
Sex. 25/07 Dia de São Cristóvão
Sex. 25/07 Dia do Motorista
Sáb. 26/07 Dia dos Avós
Seg. 28/07 Dia do Agricultor
Qui. 31/07 Dia Mundial do Orgasmo
Sex. 01/08 Dia do Selo Postal Brasileiro
Dom. 03/08 Dia do Capoeirista
Dom. 03/08 Dia do Tintureiro
Dom. 03/08 Dia do Skate
Seg. 04/08 Dia dos Padres
 


Mural de Recados
 
Mensagem para: Edson
Se lembra daquela noite que vivemos o dia se conhecemos e tudo como rolou e como se destacou nosso sentimento com seu colo implorou meu acalanto com tempo desmoronou .
Se recorda do tempo que passou
Se recorda da lembrança que passou
Se ausenta pelo dor pelo momento suou
Se faz presente pela alegria que tempo levou ..
Se faz pequeno e ao mesmo tempo grande pela história que tempo rogou ..
Se faz amor pelo tempo que não apagou...
madrugada fria
 

Últimos 15 Poemas
 
» Para sempre vou te Amar
» INTINERANTE
» Amor infinito
» E foi assim
» Um brinde a vida
» DESILUSÃO
» VIDA
» sonhando acordado
» Minha Namorada
» CAMINHO
» FLORES
» Linda noite de luar
» meus poemas meus sonhos
» Entendo
» SENTIMENTO INESPLICAVEL
 


© Copyright 1998 - 2014 Poemas de Amor. Todos os direitos reservados.